Programa

19/08/2015

O que nós temos aqui é muito mais do que uma família, porque as pessoas estão mais próximas, muitas vezes, do que a própria família.

Voluntária e aluna do ‘Viver a Vida’ usa o termo Família para falar do programa

“O que nós temos aqui é muito mais do que uma família, porque as pessoas estão mais próximas, muitas vezes, do que a própria família”. Este é o sentimento da professora aposentada Erica Aline Oeller Brodbeck quando fala sobre o Programa Viver a Vida.

Aos 78 anos, voluntária como professora das turmas de inglês e aluna de yoga e alongamento, ela conta que dedica dois dias inteiros da semana às atividades realizadas na PARANAPREVIDÊNCIA. “De manhã eu faço yoga ou alongamento, à tarde tenho três turmas de inglês e, na quinta, por último, ajudo na oficina solidária onde estamos produzindo enxovais de bebê para doação”, explica.

Dona Erica conta a história de sua participação no programa com um enorme sorriso nos lábios. “Eu vim pra cá em 2009. Quando fiz o recadastramento me informaram sobre as atividades, mas eu não dei muita bola. Certo dia telefonaram para a minha casa para falar sobre uma palestra com o tema Depressão. Na hora eu pensei , é disso que eu preciso. Vim e nunca mais parei”, conta ela. “No começo não era assim, era um lugar pequeno apertado e sem estrutura. A direção da PARANAPREVIDÊNCIA entendeu a importância das atividades do programa e agora nós estamos muito bem instalados e temos espaço para todas as nossas atividades”, completa.

A professora é viúva e tem dois filhos, um morando em Minas Gerais e outro nos Estados Unidos. Segundo ela, os colegas e alunos se tornaram como uma família. “Nós nos preocupamos uns com os outros, nós nos telefonamos quando acontece alguma coisa. Somos muito unidos e sempre podemos contar com o pessoal da coordenação do Viver a Vida para nos ajudar, auxiliar e orientar no que precisarmos”, relata. “Depois que comecei a participar das atividades, dedicar meu tempo a alguém e a mim mesma, comecei a chorar menos, a sofrer menos. Eu não me sinto velha, porque faço tanta coisa, me ocupo tanto e gosto tanto deste lugar que não tenho tempo para me sentir velha”, concluiu.

Programa – O Viver a Vida teve início efetivo em fevereiro do ano passado e funciona na sede da PARANAPREVIDÊNCIA, em Curitiba. São realizadas várias atividades nas áreas de conhecimento, saúde física e menta, lazer, cultura e esporte. São oficinas, palestras, workshops e aulas que variam de línguas a yoga, inclusão digital a alongamento. No ano passado foram inauguradas as novas dependências destinadas à realização das atividades, que agora funcionam no subsolo do Bloco A da PARANAPREVIDÊNCIA.
Maiores informações sobre as atividades e sobre o voluntariado podem ser obtidas nos telefones (41) 3304-3767 e 3304-3766 ou diretamente no site http://www.programaviveravida.pr.gov.br/


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.